Meu corpo avisa quando tem algo errado

Foto: Marcelo Souza

Foto: Marcelo Souza

Desde que fui diagnosticada com síndrome do pânico, em 2012, me tornei mais atenta às várias coisas ligadas ao meu corpo. Mesmo não cuidando como eu deveria cuidar, tudo o que acontece de anormal, eu já fico em estado de alerta. Sei que eu precisava estar mais cuidadosa com alimentação, exercícios físicos e todas essas coisas porque meu corpo já avisa quando tem algo errado.

Mas vamos falar do corpo, né? Ao longo desse um ano de psicanálise, percebi que meu corpo já dava indícios de que tinha algo errado há anos, mas deixei pra lá. Como todos nós fazemos. Lembro que minhas crises de pânico aconteceram depois de vários sintomas físicos como dor nas pernas, dor nas costas, diarreias, alterações menstruais, queda de cabelo, emagrecimento. Eram várias coisas que muitas vezes passam batido por nós, mas que precisamos nos atentar e nos cuidar.

Recentemente tenho sentido muitas dores nas costas, é uma dor insuportável e um estado de tensão que não cessa. Por muitas vezes me pego respirando como se o ar tivesse faltando, com os ombros densos, sem a menor possibilidade de relaxamento. Isso acontece no meu trabalho, quando estou voltando para casa, até numa lanchonete com amigos me faz ficar assim, nesse estado de alerta. Não tive crise de pânico, estou medicada. Mas estou tensa e isso faz meus músculos não relaxarem nunca e por isso, as dores.

Lembro que ano passado senti a mesma coisa, fiz exames e mais exames e NADA. Me foi passado relaxante muscular e anti-inflamatórios. Dessa vez, não fui ao médico e estou tentando por mim mesma respirar mais e tentar relaxar, mas está muito difícil. As dores estão intensas e eu estou usando emplastros com analgésico para melhorar. Se não houver diminuição dessas dores, vou ao médico até o final da semana. Buscando informações na internet, descobri que dores nas costas estão ligadas fortemente ao stress. Sinto que isso está acontecendo comigo. Quero voltar a me exercitar frequentemente, mas ainda não tenho conseguido. Vou me esforçar mais.

Diante de tudo isso, é importante demais que a gente melhore nossa qualidade de vida. Temos (quando digo “temos” é porque me incluo nisso) que parar de deixar nossa saúde em último item na lista de prioridades. A gente arruma tempo para sair com namorado, pra ir a vários lugares mas não arrumamos tempo para nos exercitarmos. Muitas vezes, a gente arruma dinheiro pra comprar roupa, sapato e outras coisas, mas não arrumamos dinheiro para pagar yoga, academia ou qualquer outro meio de atividade física. Temos que priorizar nossa saúde sempre.

Vamos nos priorizar mais, vamos?

Um bjo!


Publicado em: 2 de junho de 2016

0 Comentários



Deixe o seu comentário!