Você sabe diferenciar tristeza de uma crise de depressão?

A gente sabe que assim como a alegria, a tristeza também é um sentimento comum do ser humano e que há dias em que ficamos felizes e outros tristes. Por que não? É algo super comum, mas não para quem tem depressão. Para os depressivos, essa tarefa é muito complicada. Mas você sabe diferenciar tristeza de uma crise de depressão?

Para quem estar doente, apenas um pequeno motivo de tristeza pode ser o gatilho para iniciar uma grande crise depressiva. Para o depressivo, a tristeza é cruel e danosa, ela dá sinais físicos a ponto de aparecer doenças “visíveis” ou distúrbios. Mas há aqueles dias que pode vir apenas uma tristeza e às vezes sabemos lidar com ele, mas quando é uma crise depressiva, a coisa toda muda de tom.

tristeza-depressao

Vou falar um pouco como funciona comigo

Os primeiros sinais de que não é apenas uma tristeza comum são sentidos nas minhas articulações. Sinto muitas dores no corpo, como se eu tivesse pegado uma gripe forte ou tivesse feito exercícios físicos no dia anterior. As dores variam entre as costas e pernas. Já li que é típico do depressivo essas dores na lombar e comigo é exatamente assim. Minhas pernas ficam tão cansadas que parece que corri uma maratona. Tudo isso somado à tristeza que não passa, que ofusca toda probabilidade de aparecer algo bom e, de fato, nada está bom.

Os pensamentos são sempre pessimistas, parece que nada mais vai melhorar. A vontade de ficar deitada perdura por semanas, a menstruação desregula, meu corpo doi, eu ando na rua com vontade de me deitar em qualquer lugar, eu sorrio, mas é um sorriso falso porque, na verdade, eu queria estar em casa. Mas a vida precisa continuar e ter que manter sua rotina durante uma crise depressiva é desesperador. Você se olha racionalmente (quando isso acontece) e não tem nada ruim e nem tão grave acontecendo, mas parece que só o fato de você existir, já é motivo para manter a dor da alma.

Para algumas pessoas, o choro incontrolável já é um indício de que ela (a depressão) está dando um olá, mas para mim, o choro nem sempre vem. Às vezes ele fica entalado e não sai, não externa, porém parece que por dentro ele está me rasgando a alma. A depressão doi tanto quanto um corte, às vezes até mais, mas não tem um remédio para amenizar a dor, a não ser esperar que os anos de terapia ajudem a colocar as coisas no lugar.

Mas como diferenciar?

Se observe. É seu corpo que vai te dar os sinais. Quando a tristeza está tão grande que você acha que ela nunca mais vai passar, quando você não vê mais razões para sair da cama ou de casa, quando você olha sua vida e só sente vontade de desistir, quando você perde sua fé nas coisas boas, quando sua comida preferida já não tem o mesmo sabor, quando sua menstruação desce duas ou três vezes no mês, quando sua TPM parece que vai te matar, quando você não ama mais as coisas que você amava antes, quando seu corpo doer, quando seu cabelo cair muitas vezes, quando sua música preferida não te deixa mais feliz, quando sua vontade é se isolar e não ter mais contato com ninguém, quando você não ver razões para continuar a viver, então é sinal de procurar ajuda médica. Você está deprimida!

Você pode ter todos esses sintomas ou apenas algum deles, mas é importante procurar ajuda de um profissional. A depressão é silenciosa, é quase uma droga que vai te matando aos poucos. A tristeza é apenas um sentimento comum, ela vem e ela vai, mas a depressão permanece e mais cedo ou mais tarde ela te sufoca. A tristeza é tão boa quanto a alegria, ela serve para que você identifique seus sentimentos, mas a depressão não tem nada de bom, ela simplesmente gera agonia, cansaço e morte.

Se você sente que está passando por isso, não sofra só. Procure ajuda!

Imagem: Pinterest


Publicado em: 10 de abril de 2017

1 Comentário


  1. kiloT disse:

    ___123___Voce sabe diferenciar tristeza de uma crise de depressao?___123___


Deixe o seu comentário!