Época de crise e as oscilações de humor

oscilações de humor

Ando tendo significativas mudanças de humor, oscilo entre muito feliz e extremamente triste em questão de minutos. Não sei se por diversos problemas sérios ou simplesmente porque meu corpo está se manifestando da mesma forma de sempre e eu que nunca essas oscilações de humor. Tenho observado um pouco mais, mas não sei se isso é só em época de crise depressiva, como essa.

Quando temos depressão, alguns problemas nos tiram a vontade de viver, uma picada de agulha vira uma fratura exposta com muita dor, sangue e lágrimas. Sempre foi assim que senti e vivi, mas nunca questionei se isso era algo além da depressão e do transtorno de ansiedade.

Vocês já se viram assim?

Então, ao longo de dois anos de acompanhamento psiquiátrico e psicológico, comecei a questionar mais coisas sobre como minha mente funciona. Por causa disso, ando buscando informações na internet, claro, e levando aos profissionais que me acompanham. Ultimamente, sinto que não é mais “só isso” que tenho, mas pode ser outro transtorno, além do pânico.

Eu me sinto extremamente cansada de tudo, as coisas perdem o prazer rapidamente, o que era para me fazer bem se torna um fardo, as coisas perdem a graça. Eu me coloco numa posição de inferioridade e com certo medo do abandono ou total medo dele, isso varia. Nessas oscilações, preciso viver, lidar com problemas difíceis e tudo fica extremamente pesado, a ponto das forças esgotarem e eu ter vontade de me deitar o tempo todo. Eu sei que é uma crise, como várias outras que já vivi, mas teve um motivo? Teve. Esse motivo merece tanta atenção? Não sei. Por que problemas como esse me tiram do eixo? Também não sei. Mas estamos investigando.

Acho que vocês podem se questionar e levar isso aos profissionais que os acompanham. Os transtornos, em sua maioria, só são diagnosticados com os relatos dos pacientes. É importantíssimo ser sincero na sua sessão de terapia ou nas suas consultas com seu psiquiatra. É a partir daí que você começa a ser tratado. Se você é um curioso, como eu, pesquise mesmo e leve isso ao seu analista, ele saberá mais que você. Mas não aceite tudo facilmente, questione, duvide, vá atrás de informações. A gente passa anos brigando com nossa mente e sofrendo, sendo que pode ter jeito de amenizar isso.

Por outro lado, penso que eu tenho uma mente meio hipocondríaca e posso estar procurando problemas onde não tem. Porém, quinta-feira tenho consulta e verei qual diagnóstico. Se tiver outra coisa que precisa ser tratada, então, é hora de mais uma batalha.

E vocês, procuram por mais transtornos em épocas de crises?


Publicado em: 1 de agosto de 2017

0 Comentários



Deixe o seu comentário!